terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Como foram os nossos dias

Como sabem o Rafa já estava com febre desde sábado (21/01), portanto há 11 dias. Inicialmente, durante 5 dias, fazia febres baixas e com o benuron cedia, portanto continuava a ir para o infantário. Como o pediatra o tinha visto, mandou aguardar e dar benuron sempre que a febre subisse. Na 4ª feira durante a noite e 5ª de manhã não fez febre e não lhe dei o benuron. Foi para o infantário e às 12h telefonaram a dizer que estava com 38º se podiam dar benuron. Às 17h, voltam a ligar a dizer que ele já tinha 38,8º e não podiam dar-lhe novamente o benuron porque ainda não tinha passadas 6h desde a última toma. Então fui buscá-lo ao infantário, entretanto ligo para o pediatra que tem o tlm desligado.

Com esta situação toda fui com o pai à urgências do hospital de privado de alfena. Chego lá a médica observa o Rafa e tira-lhe a temperatura: 39,2º. Como ele tinha sido observado no dia anterior e agora estava a ser novamente observado, ia mandá-lo para casa com benuron intercalado com brufen e já com o atestado passado. E eu disse-lhe que esperava mesmo que a febre cedesse mais com esta medicação e o que me assustava realmente era o facto de ele já estar assim há muitos dias seguidos. Então ela, depois de insistência minha, e depois de perguntar se ele tinha ADSE ( a questão aqui não era o seguro de saúde, nem a questão de dinheiro mas sim ver o que ele tinha!!!) mandou fazer análises para descartar a possibilidade de infecção bacteriana. Lá fomos fazer as análises, apanhamos uma enfermeira muito meiguinha, que até lhe pôs o tlm dela com o nody, o ruca etc, mas ele coitadinho já sabia o que lhe esperava. Tirou-lhe sangue para análise e esperamos 2 horas pela chegada dos resultados. Tudo estava normal e fomos para casa alertados que se a temperatura não cedesse voltar ao hospital.

Na 6ª continuou com a febre, mas estava à espera que a medicação fizesse efeito. No sábado lá festejamos o aniversário dele com toda a familia e amigos... mas ele não estava nada bem. Às 22:00 vou-lhe vestir o pijama e meço-lhe a temperatura: 39,3º. O quê?! Não pode ser!!? Então tinha tomado o brufen nem à 3 horas!! Venho para baixo e digo aos convidados que têm de ir embora que tenho de levar o Rafa ao hospital. Era quem mais ajudava a arrumar as coisinhas todas. E lá fomos para o hospital de S. João.

Chegamos por volta das 23:30. Ficamos com pulseira amarela e com previsão de sermos atendidos dentro de 4 horas. Resolvemos esperar! Entretanto dou de mamar ao Rafa e ele vomita tudo, sopa, leite, etc! Toca despi-lo e ele sempre a choramingar e cheio de sono. Consegui ir para uma sala mais calminha para ver se ele adormecia. São 3h:15m da manhã quando somos atendidos, e o pai não nos podia acompanhar, por uma médica meiguinha, espetacular. Ouviu tudo o que eu disse e lá me foi dizendo que tinha de fazer novamente análises ao sangue para ver o que se passava. Mas mesmo assim foi conferenciar cm uma colega porque não sabia bem o que fazer, já que ele tinha já feito análises na 5ª e tinha dado negativo. Veio ter connosco e disse que relamente era melhor fazer as análises. Só que como tinha a febre alta tivemos primeiro de esperar que a febre baixasse para depois fazer as análises. E não é que apanhamos o enfermeiro do hospital privado que tirou o cateter do Rafa? Ele foi muito atencioso, como já o tinha sido, e pronto, novamente ficamos à espera dos resultados. Ah é verdade entretanto o Rafael estava já com conjuntivite que quase já nem abria os olhinhos!!

O resultado veio e desta vez com os valores alterados. Que iriamos fazer também uma análise à urina para ver se tinha infecção urinaria. Só que o Rafa, mesmo mamando, não fez xixi a noite toda e tinhamos de 30 em 30 m mudar o saquinho. O Rafa estava mesmo que nem podia, quando o adormecia lá tinha de ir novamente com ele mudar o saco. Cerca das 7:30 diz ela para mim, ó mãe agora vamos fazer um raio-x ao Rafa para descartar a hipotese de pneumonia e que se fossemos fazer naquele momento ela ainda conseguia ver o resultado antes de terminar o turno! Pneumonia?!!?' Mas como, mas porquê?!? E disse ainda que seria melhor dar liquidos ao Rafa ou comida para ver se ele fazia mais rapido.

Bem lá fomos e fui-lhe dizer que já tinhamos feito. Esperei um bocadinho e ela veio ter comigo e disse que estava tudo bem, UFA!! Agora na opinião dela era que o Rafa estava com uma infecção bacteriana mas não sabia qual a bactéria. Que iria passar o caso a outra colega. Entretanto pedi um biberão de leite e ele lá fez o xixi às 9:00. Volto para tirar o saquinho e fazerem a análise.

Bem entretanto entra ao serviço outra médica, esta muito mais nova, talvez da minha idade entre os 30 e 33 anos. Diz que já lhe foi passado o caso e que estava a espera dos resultados da análise. Eram já cerca das 10:15 vou dizer à enfermeira que estou farta de estar à espera, que já estou no hospital há quase 12 horas e que o Rafael já estava fartinho de ali estar, porque quando começava a dormir, eis que aparecia algo que era preciso fazer...

A médica só me chamou às 10:50. E ao falar comigo continuava a dizer que não sabia bem o que ele tinha. Porque suspeitavam que ele tinha uns pontinhos brancos na garganta que poderia ser amigdalite, mas que era tão inicial que não sabia. Também tinha algo no ouvido, mas também não tinha a certeza. Então quem sabia era eu?? Foi conferenciar com outra colega e veio então para nos passa antibiótico (clamoxyl), gotas e pomada para conjuntivite, benuron e iburon(SOS) para a febre e soro para limpar olhos e nariz., sim porque também estava todo congestionado que lhe custava muito respirar. Entretanto disse-me que no dia seguinte me iria ligar, para saber a evolução do Rafa e que se não tivesse melhorado que o queria reavaliar. Ela passou-me um sentimento de insegurança, que mal sai do hospital telefonei para o pediatra. Ele disse que me atendia no dia seguinte.

Entretanto o Rafa passa melhor a noite, dorme muito melhor, já devia de estar a fazer efeito o antibiotico. Ontem fomos ao pediatra que explicou o diagnóstico:

  • Quando teve febre baixa, estava com uma infecção virica, as famosas viroses.
  • Depois apanhou uma infecção bacteriana, talvez da bacteria adenovirus (de acordo com os sintomas: conjuntivite, congestionamento nasal, febres altas) e portanto o que era importante agora era tomar o clamoxyl. 
  • Tem de dobrar a dose de ferro, porque estava com a hemoglobina baixa.

Eu sei que é normal eles ficarem doentes por causa dos infantários, eu sei que é normal eles terem febre, agora terem febre durante tantos dias não é normal, não é normal a febre não ceder, que quando se tem febre é um sinal que há uma infecção e portanto custava muito vê-lo sempre a chorar, a não ter posição para dormir. O meu coração de mãe ficou muito apertadinho, mas agora está a ficar tudo bem.

Obrigada pelas mensagens de apoio.

5 comentários:

Futura mãmã disse...

Ah ainda bem que o Rafa melhorou rs
Eu tava a ler e a ficar com o peito apertado ksksks coisa de futura mae talvez ehehehe =)
O que interessa e que afinal a medica apesar de lhe ter passado insegurança estava de certo modo certa e deu os remedios que fez efeito nele...
De facto essas febres altas nao sao nada boas.ks
bj

catarina disse...

Ainda bem que tudo está a acalmar.
Por cá continuamos sem diagnósticos, mesmo após duas análises ao sangue, 2 analise à urina, 2 rx e a porra da eco ao coração.

Isto põe-nos doidas.

Beijinhos e rápidas melhoras.
Catarina.

Lice disse...

Que susto, e vermos os nossos pequeninos a sofrer, horas a fio e pensarmos que apenas nós nos estamos a preocupar... Bem o que interessa é o Rafa estar a reagir bem, espero que em breve tudo tenha passado.
Um beijinho grande para vocês, um muito especial para o Rafinha

Cef Electricidade disse...

Estás a agir muito bem, e a tomar as decisões mais correctas. Apenas acrescentaria que no caso de ser infecção bronco-pulmonar (o R. Já teve), aconselho-te clausura absoluta, com o ambiente climatizado, ligeiramente para o quente. Fazes bem intercalar o ben-u-ron com o Brufen, para o controlo da temperatura. Relativamente ao congestionamento nasal, soro fisiologico e atrovent, administrados com o nebulizador Chicco, vai resultar, uma vez que este nebulizador parte as particulas de forma eficiente, permitindo melhor absorção. Relativamente a conjuntivite, existe uma pomada que nós aplicavamos ao R. que num dia (no maximo 2 dias) eliminava a infecção ocular.

As crianças são fortes e resistentes. Vai tudo correr bem.

PS: Quando te tentam ligar, atende, pois às vezes podem ser os sábios conselhos de que tb é pai. Força ai para os três.

Mãezuka disse...

Muita força e as melhoras rápidas do Rafa! Vai tudo correr bem! Beijinhos nossos!

Enviar um comentário