terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Como foram os nossos dias

Como sabem o Rafa já estava com febre desde sábado (21/01), portanto há 11 dias. Inicialmente, durante 5 dias, fazia febres baixas e com o benuron cedia, portanto continuava a ir para o infantário. Como o pediatra o tinha visto, mandou aguardar e dar benuron sempre que a febre subisse. Na 4ª feira durante a noite e 5ª de manhã não fez febre e não lhe dei o benuron. Foi para o infantário e às 12h telefonaram a dizer que estava com 38º se podiam dar benuron. Às 17h, voltam a ligar a dizer que ele já tinha 38,8º e não podiam dar-lhe novamente o benuron porque ainda não tinha passadas 6h desde a última toma. Então fui buscá-lo ao infantário, entretanto ligo para o pediatra que tem o tlm desligado.

Com esta situação toda fui com o pai à urgências do hospital de privado de alfena. Chego lá a médica observa o Rafa e tira-lhe a temperatura: 39,2º. Como ele tinha sido observado no dia anterior e agora estava a ser novamente observado, ia mandá-lo para casa com benuron intercalado com brufen e já com o atestado passado. E eu disse-lhe que esperava mesmo que a febre cedesse mais com esta medicação e o que me assustava realmente era o facto de ele já estar assim há muitos dias seguidos. Então ela, depois de insistência minha, e depois de perguntar se ele tinha ADSE ( a questão aqui não era o seguro de saúde, nem a questão de dinheiro mas sim ver o que ele tinha!!!) mandou fazer análises para descartar a possibilidade de infecção bacteriana. Lá fomos fazer as análises, apanhamos uma enfermeira muito meiguinha, que até lhe pôs o tlm dela com o nody, o ruca etc, mas ele coitadinho já sabia o que lhe esperava. Tirou-lhe sangue para análise e esperamos 2 horas pela chegada dos resultados. Tudo estava normal e fomos para casa alertados que se a temperatura não cedesse voltar ao hospital.

Na 6ª continuou com a febre, mas estava à espera que a medicação fizesse efeito. No sábado lá festejamos o aniversário dele com toda a familia e amigos... mas ele não estava nada bem. Às 22:00 vou-lhe vestir o pijama e meço-lhe a temperatura: 39,3º. O quê?! Não pode ser!!? Então tinha tomado o brufen nem à 3 horas!! Venho para baixo e digo aos convidados que têm de ir embora que tenho de levar o Rafa ao hospital. Era quem mais ajudava a arrumar as coisinhas todas. E lá fomos para o hospital de S. João.

Chegamos por volta das 23:30. Ficamos com pulseira amarela e com previsão de sermos atendidos dentro de 4 horas. Resolvemos esperar! Entretanto dou de mamar ao Rafa e ele vomita tudo, sopa, leite, etc! Toca despi-lo e ele sempre a choramingar e cheio de sono. Consegui ir para uma sala mais calminha para ver se ele adormecia. São 3h:15m da manhã quando somos atendidos, e o pai não nos podia acompanhar, por uma médica meiguinha, espetacular. Ouviu tudo o que eu disse e lá me foi dizendo que tinha de fazer novamente análises ao sangue para ver o que se passava. Mas mesmo assim foi conferenciar cm uma colega porque não sabia bem o que fazer, já que ele tinha já feito análises na 5ª e tinha dado negativo. Veio ter connosco e disse que relamente era melhor fazer as análises. Só que como tinha a febre alta tivemos primeiro de esperar que a febre baixasse para depois fazer as análises. E não é que apanhamos o enfermeiro do hospital privado que tirou o cateter do Rafa? Ele foi muito atencioso, como já o tinha sido, e pronto, novamente ficamos à espera dos resultados. Ah é verdade entretanto o Rafael estava já com conjuntivite que quase já nem abria os olhinhos!!

O resultado veio e desta vez com os valores alterados. Que iriamos fazer também uma análise à urina para ver se tinha infecção urinaria. Só que o Rafa, mesmo mamando, não fez xixi a noite toda e tinhamos de 30 em 30 m mudar o saquinho. O Rafa estava mesmo que nem podia, quando o adormecia lá tinha de ir novamente com ele mudar o saco. Cerca das 7:30 diz ela para mim, ó mãe agora vamos fazer um raio-x ao Rafa para descartar a hipotese de pneumonia e que se fossemos fazer naquele momento ela ainda conseguia ver o resultado antes de terminar o turno! Pneumonia?!!?' Mas como, mas porquê?!? E disse ainda que seria melhor dar liquidos ao Rafa ou comida para ver se ele fazia mais rapido.

Bem lá fomos e fui-lhe dizer que já tinhamos feito. Esperei um bocadinho e ela veio ter comigo e disse que estava tudo bem, UFA!! Agora na opinião dela era que o Rafa estava com uma infecção bacteriana mas não sabia qual a bactéria. Que iria passar o caso a outra colega. Entretanto pedi um biberão de leite e ele lá fez o xixi às 9:00. Volto para tirar o saquinho e fazerem a análise.

Bem entretanto entra ao serviço outra médica, esta muito mais nova, talvez da minha idade entre os 30 e 33 anos. Diz que já lhe foi passado o caso e que estava a espera dos resultados da análise. Eram já cerca das 10:15 vou dizer à enfermeira que estou farta de estar à espera, que já estou no hospital há quase 12 horas e que o Rafael já estava fartinho de ali estar, porque quando começava a dormir, eis que aparecia algo que era preciso fazer...

A médica só me chamou às 10:50. E ao falar comigo continuava a dizer que não sabia bem o que ele tinha. Porque suspeitavam que ele tinha uns pontinhos brancos na garganta que poderia ser amigdalite, mas que era tão inicial que não sabia. Também tinha algo no ouvido, mas também não tinha a certeza. Então quem sabia era eu?? Foi conferenciar com outra colega e veio então para nos passa antibiótico (clamoxyl), gotas e pomada para conjuntivite, benuron e iburon(SOS) para a febre e soro para limpar olhos e nariz., sim porque também estava todo congestionado que lhe custava muito respirar. Entretanto disse-me que no dia seguinte me iria ligar, para saber a evolução do Rafa e que se não tivesse melhorado que o queria reavaliar. Ela passou-me um sentimento de insegurança, que mal sai do hospital telefonei para o pediatra. Ele disse que me atendia no dia seguinte.

Entretanto o Rafa passa melhor a noite, dorme muito melhor, já devia de estar a fazer efeito o antibiotico. Ontem fomos ao pediatra que explicou o diagnóstico:

  • Quando teve febre baixa, estava com uma infecção virica, as famosas viroses.
  • Depois apanhou uma infecção bacteriana, talvez da bacteria adenovirus (de acordo com os sintomas: conjuntivite, congestionamento nasal, febres altas) e portanto o que era importante agora era tomar o clamoxyl. 
  • Tem de dobrar a dose de ferro, porque estava com a hemoglobina baixa.

Eu sei que é normal eles ficarem doentes por causa dos infantários, eu sei que é normal eles terem febre, agora terem febre durante tantos dias não é normal, não é normal a febre não ceder, que quando se tem febre é um sinal que há uma infecção e portanto custava muito vê-lo sempre a chorar, a não ter posição para dormir. O meu coração de mãe ficou muito apertadinho, mas agora está a ficar tudo bem.

Obrigada pelas mensagens de apoio.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

As coisas não estão nada bem

Depois venho contar tudo o que se passa...mas ontem estivemos 12h no hospital sem termos um diagnóstico. :(

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Consulta dos 12 meses

E ontem lá fomos ao pediatra. Como sempre o Rafa portou-se lindamente e está óptimo! Pesa 9,900kg (ainda não foi desta que chegou aos 10 kg) e mede 76 cm, portanto tudo dentro dos parâmetros normais.

A febre e o cocó mole só pode ser mesmo dos dentinhos, porque não tinha otite, os bronquios estavam limpinhos, está bem disposto (quando o médico mexeu no pescoço fartou-se de rir porque tem muitas cócegas), a febre baixa quando se dá benuron, portanto é aguardar. 

Viemos com ordem de introduzir tudo da nossa alimentação, aos poucos claro. Mas isso já eu fazia porque ele sempre que nos vê comer também quer comer, adora comer. Também já podemos introduzir a clara de ovo. Quanto aos iogurtes podemos substituir por leite creme, ou fatia de queijo, ou pão com manteiga ou mesmo só leite, que neste momento já pode ser o leite de vaca ultrapasturizado, mas uma fatia de queijo para mim não é lanche, então também vou introduzir o Nestum a ver se ele gosta e intercalando também com os iogurtes que também é preciso. Eu acho que ele não gosta dos iogurtes por serem frios, e apesar de o tirar 30 minutos antes de lhe dar de comer, não lhe deve saber tão bem, por isso vamos experimentar coisas mais quentinhas.

Fomos também alertados que as vacinas dos 15 meses foram antecipadas para os 12 meses, por isso tenho de ligar para o centro de saúde para marcar. Mas o centro de saúde é que devia de ter avisado e vão levar um recado! Aos 15 meses vamos dar então a última dose da prevenar.

Durante a noite (3h30m) voltou a fazer febre e dei-lhe o benuron. Agora de manhã não tinha, por isso vou pedir à educadora para estar atenta durante o dia. A noite claro foi quase toda em branco... nada de que já não esteja habituada! Mas que estou a dar em maluca estou!!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

E afinal não está melhor...

Mau... mau, mau!! Não estou a gostar nada disto. Ontem ligam-me do infantário que estava com 38º de febre e fez um cócó muito mole e fez várias vezes. Já tinha acontecido comigo também, no domingo e na 2ª, mas pensei que eram dos dentes e também deve ser disso porque passa a vida com o dedo na boca! Liguei ao pediatra ontem, mandou dar aerobio e esperar a ver se ele hoje melhorava, caso contrário ir ter com ele ao consultório para ele o ver. 

À noite voltamos a ter mais do mesmo, sempre a choramingar, a não ter posição para dormir. Fez febre, dei benuron e hoje de manhã tinha 37,6º e tornou a fazer cócó demasiado mole, que já nem se não será diarreia (conversa de m****) . Dei-lhe na mesma o benuron, o aerobio e logo vamos ao pediatra. A ver vamos o que se passa!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Doentinho... again:( #5

É preciso ter mesmo azar não é!! Começo a achar que é muito azar seguido... começo a achar muito estranho, mas isso fica para outra mensagem!

Hoje já está melhor, mas desde sábado que teve febres um bocado altas e claro, ontem que não fui trabalhar para passar o dia com o meu filhote, aproveitar que os dias até não estão frios e passearmos os dois pela praia ou no parque da cidade e o Rafa ficou doente!! Estivemos juntos, mas não como eu tinha planeado.Não faz mal filhote, porque nós vamos festejar juntinhos e aproveitar para o papá vir connosco.

E as noites tem sido do pior como sempre... choraminga, choraminga, acorda de 30m em 30m ou de hora a hora... o mesmo de sempre. E eu com umas olheiras que não se aguenta... agora só mesmo com maquilhagem!

Os bolos

No sábado passado fui fazer um workshop de iniciação de coberturas de bolo com pasta de açúcar. ADOREI! Apesar de não ter muito jeito e fiquei espantada por ter conseguido fazer algo tão direitinho. Pena foi que o bonequinho, que é o Rafinha, por falta de tempo ainda faltou alguns pormenores.  E aqui está o resultado final:


Ontem, para os anos do Rafinha a experiência não correu tão bem, porque é fácil de colocar a pasta num bolo redondo, mas num bolo com vários cantos foi do pior e rasgou um bocadinho num dos lados, mas nada que um coraçãozinho não disfarçasse eheheh. O pior é que me esqueci de comprar o tabuleiro para colocar o bolo e tive de remediar com este, o que dificultou mais colocar a massa, mas lá consegui. O Rafa adorou o bolo de laranja que fiz... e ele que não gosta de doces!



segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

12 meses de puro amor... 1º aniversário


E pronto ainda só escrevi o título e as lágrimas já me caem pela cara abaixo. Como sou uma mãe lamechas! Vamos lá recuperar, respirar fundo e começar de novo!

23 de Janeiro de 2011: estou calma e tranquila, mas no entanto ansiosa por te conhecer. E depois vejo-te, sinto-te, cheiro-te e um grande sentimento invade o meu coração. O amor, tal como o conhecia, passou a ser muito maior, algo que nem sequer imaginara que existia, algo grandioso! Só depois de ter sido mãe, é que comecei a compreender o que era o amor incondicional. Este foi, sem dúvida alguma, o melhor ano da minha vida, o ano em que me fizeste sentir a mulher mais feliz do mundo

Passou tão depressa... sinto que devia de ter aproveitado muito mais todos os momentos que passei contigo.  Como diz a canção: "Ó tempo volta para trás, dá-me tudo o que perdi. Tem pena e dá-me a vida, a vida que não vivi!". Muitas vezes dou por mim a observar-te, admirar-te, a tentar memorizar tudo o que tu fazes. Não quero perder nem um segundo da tua vida e quero ver como tu és e serás feliz. 

Quando estou a dar-te de mamar, adoro que passes com as tuas mãozinhas pela minha pele, adoro sentir o teu toque e olho para ti e digo para mim mesma como fomos capaz de fazer um filho tão perfeito e claro, uma lagrimazinha teima em cair! 

Tenho pensado muitas vezes como iria escrever esta mensagem, como traduzir em palavras todo este sentimento que invade o meu coração, mas é impossível! Não há no mundo palavras que consigam descrever o quão grandioso este amor é. És uma bênção na minha vida e não me canso de te agradecer por me teres escolhido para ser tua mãe.

Aos 12 meses tu:
  • Já dás uns passinhos, mas ainda não andas.
  • Adoras brincar com bolas.
  • Adoras brincar com encaixes.
  • Adoras folhear livros.
  • Pegas nos telefones e colocas no ouvido.
  • Pegas nos comandos da televisão para mudar de canal e ficas todo contente quando consegues fazê-lo.
  • Falas muito, mas uma linguagem que para já só tu entendes. 
  • Palavras que entendemos: mamã, papá, bu (avô), bó (avó), olá, ali.
  • Não gostas mesmo nada de iogurtes, sejam eles quais forem.
  • Continuas a adorar sopa e comida.
  • Adoras comer casca de laranja (não é laranja é mesmo a casca!!).
  • Quando ouves música começas logo a abanar os braços.
  • Mal vês um armário só queres abri-lo.
  • A meio da noite acordas e começas a bater palmas e voltas a adormecer.
  • Tens 6 dentinhos ( ainda não nasceram mais desde os 11 meses).
AMO-TE MUITO FILHOTE!


quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

O filme de ontem à noite

Não houve, sabem porquê? Porque pedi ao V. que filmasse o Rafinha a dar os seus primeiros passinhos. O papá pega na máquina, liga a máquina e esquece-se de gravar!!

DAHHHHHH!!!!

No infantário, quando o fui buscar deu 8 passinhos para vir ter comigo, mas ainda não arranjou coragem para os restantes. Tá quase!!

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Convites e lembranças do 1º aniversário

E voilá... eis que estão prontos os convites e lembranças. Ficaram lindos, lindos, não acham?

Convite


Lembrança frente


Lembrança trás

Não sei o que se passa

mas não consigo visualizar os comentários no meu blogue, nem comentar em alguns blogues. Já vos aconteceu isso?

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O filme de hoje à noite

Chegamos a casa por volta das 21:20, depois de jantarmos em casa dos meus pais. Eu fui tratar de congelar a sopa do Rafa. O V. levou o Rafa para o quarto, ligou o AC e entreteu o pequenito enquanto eu tratava das coisas na cozinha.

Chego ao quarto e vejo-o andar atrás da bola (é um maluco por bolas) mas sempre com o pai a agrrá-lo. Vou brincar um bocadinho com o Rafinha, enquanto o quarto aquece mais um bocadinho. Sento-me no chão e começamos a treinar o Rafa a andar sozinho e ele lá vai dando uns 3 ou 4 passos sozinhos e às vezes equilibra-se outras não, mas está quase a ganhar a confiança que precisa para começar a andar sozinho.

Depois de muita brincadeira, o pai trata de o despir e eu vou fazer o saco para o infantário. Entretanto saio do quarto e ouço o pai a dizer "não acredito" e eu perguntei logo o que se tinha passado. O menino Rafa fez chichi para todo o lado eheheh! Molhou-se todo! Toca a preparar o quarto para lhe dar banho. O pai mete-o na banheira shantala, e eu saio para ir buscar um body que não tinha nenhum no quarto dele e ouço pai novamente "não acredito"! Quem não acreditava era eu... é  preciso ter azar. O rafita estava inspirado, fez novamente chichi mas na água. Toca a aquecer a água, outra vez, preparar o banho e dar-lhe banho.

O Rafa que adora tomar banho e detesta sair, agarra-se de lado da banheira e não quer sair de lá. Tolo com o sono chora, chora e nem sequer quer a chupeta. Entro numa especie de maratona para tentar vesti-lo e dar-lhe de mamar para ver se ele sossegava. E no sprint final, ainda tenho de colocar algo por baixo do colchão para elevar a cabeceira da cama, para ele respirar um pouco melhor.

Conclusão: frio?? não senti frio nenhum com esta correria toda!! Toda eu estava vermelha do stress e com tanta coisa ainda para preparar para a escola e já estar tão cansada para o fazer. 

Quem é que gosta de ajudar a mãe?

Quem é que gosta de ajudar a mãe? Quem é? Pois claro, o meu ajudante de eleição, o Rafinha.

O menino Rafa adoooora "ajudar" a mãe a desarrumar as coisas. Ficam os brinquedos todos espalhados e não me pode ver a dobrar as fraldas e toalhitas dele que gosta logo de ir ajudar a por tudo no sitio. Com ajudantes deste não é preciso mais nada.

No comments!!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

E cá em casa está tudo doente!!

Arre... é preciso ter azar! É o Rafa que está muito constipado, sou eu que estou constipada e estou com uma infeção urinária e o V. que ainda continua com o pé magoado! Mas que familia...que raio de maneira de começar o novo ano! lol

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Doentinho... again :(#4

Pois é... o Rafa está doente outra vez. Isto dos infantários é mesmo complicado!

Durante a semana passada teve febre baixa (37,7º) e portanto associei aos dentinhos. Esta semana, começou com febres mais altas (38,4º) e a ficar com muita tosse seca, nariz obstruido, custa-lhe respirar e claro, dorme sempre "às prestações" e nós também. Se não é uma coisa é outra...

Mas para me alegrar, ontem deu 4 passinhos(muito rapidos) para chegar até mim... sozinho. Ai filho lindo que tu és a minha alegria!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Mas será que os dias azuis chegarão?

Quando penso que as coisas podem estar a melhorar, eis que mais qualquer coisa aparece. Será pedir muito que as coisas começem a melhorar um bocadinho??

Mas eu vou conseguir ultrapassar, eu vou superar esta má onda... porque eu sou forte, sou uma lutadora e vou encarar tudo de frente.

Os dias azuis hão-de chegar... nem que seja à força!!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Porque nem tudo é um mar de rosas

Porque hoje é um dia cinzento, cinzento muito escuro. Porque nem sempre se pode estar bem. Porque nem sempre se pode encarar os problemas e tarefas de frente. Porque há coisas na vida que nos derrotam. Porque um problema nunca vem só. Porque o tempo não chega para fazer tudo o que quero.

Sinto-me só, sinto-me em baixo... mas isto já passa!

Porque amanhã é um novo dia... azul de preferência!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Passo a passo

Às sextas é sempre o pai que vai buscar o Rafinha ao infantário, porque eu só saio às 18:30. Quando chegou a casa o pai trouxe-o e ele, como sempre, dá um grande sorriso e atira-se para mim. Na sexta passada, eu estava sentada e ele quando me viu quis logo ir ao chão e eu aproximei-me dele. Só que o desejo dele era tão grande que queria vir mais depressa ao meu colinho e não é que deu 2 passinhos sozinho!! Não é que ande sozinho, anda agarrado aos movéis ou a uma das nossas mãos, ou às vezes "sozinho" mas só quando tem vestido algo com capuz, porque o seguramos por este, mas agora só falta um bocadinho assim para começar a andar sozinho!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Em contagem decrescente

Estamos em contagem decrescente para o primeiro aniversário do Rafa. Faltam 18 dias, mas só vamos festejar no sábado seguinte. Já tenho o tema e quando tiver já tudo prontinho venho contar as novidades. Vai ficar lindo!!

No dia 23 de Janeiro, quando ele faz um ano, vou fazer troca com uma colega e não vou trabalhar. Vou tirar o dia só para nós e a ver se o papá também consegue. Afinal para mim, esse dia vai ser como feriado nacional eheheh!

Ai estes dentes!

Os dentes dão cabo do Rafinha. Agora quer morder tudo o que lhe aparece à frente, especialmente laranja... mas com a casca. Dá cada trinca na laranja e come mesmo a casca e depois faz caretas, mas continua a comer eheeh!

Já está melhor da febre, mas continua a não dormir muito bem de noite. A continuar assim vão ter de me internar!!

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

E ontem..

...ligaram-me 8 vezes do infantário. Quando entrei para a aula às 17h não tinha nenhuma chamada, à saída tinha 8 chamadas não atendidas. Entrei logo em pânico. O que teria acontecido?

Liguei logo ao pai a saber se já estava no infatário e se lhe tinham ligado. Ele disse que não e que dai a 5 min chegava ao infantário para ir buscar o rafinha. Escusado será dizer que voei de Paços de Ferreira para a Maia. Queria muito saber o que se passava. O pai liga-me ao sair e disse que o Rafa esteve o dia todo irrequieto e muito chatinho, com um pouco de febre. Queriam perguntar se podiam dar benuron!! Claro que podiam, estou farta de lhes dizer que podem dar quando ele estiver mais chato. Já o conhecem o suficiente para verem quando o Rafa não está bem, porque de um modo geral o Rafa é um bebé calmo, tranquilo e se estiver sempre a choramingar é porque algo está mal. Chegou a casa, fui logo buscá-lo ao carro e me deu um lindo e grande sorriso. Afinal estava bem...

Sentei-o na sala, com o pai e fui ao quarto dele ligar o AC. Só tive tempo de descer e pegar nele ao colo e eis que vomita no tapete da sala, em cima dele, em cima de mim, no chão, etc,etc. Toca a pegar nele, sempre a choramingar e ir mudá-lo, mudar a mim... enfim. Depois dei-lhe um pouquinho de mama, e em seguida o benuron. Conseguiu aguentar bem... e começou a brincar. Sinal de que já estava a ficar melhor. Comeu muito bem a sopinha e a comida. Só que estava cheio de sono e eu não o queria deitar para ver se ele dormia melhor à noite, uma vez que só tinha dormido 20 min o dia todo. Acham?'

O memso filme de sempre... ai estes dentes que dão cabo de ti filhote!! E ainda faltam 14!!

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

As noites cá em casa tem sido...#2

... do pior, mas mesmo do pior! Já há mais de 3 semanas que ele anda mais chatinho. Tem sido praticamente impossivel dormir mais do que 1hora seguida. Só podem ser novamente os dentes e me parece que serão os da parte inferior. Ele choraminga a noite toda, não tem posição para estar na cama. E todas as noites têm sido assim:
  • Visto o pijama ao Rafa por volta das 22h.
  • Dou-lhe de mamar e tento deitá-lo por volta das 22:15.
  • Ele não se quer deitar e quer ir para o meu quarto.
  • Levo-o para o quarto, brinca um bocadinho com o pai, enquanto eu visto o pijama.
  • Vai para o quarto dele, por volta das 23 (mas nunca quer dormir)
  • Deixo-o chorar durante algum tempo, 5 a 10 min.
  • Preparo um biberão de leite e volto ao quarto para lhe dar o leite.
  • Bebe apenas 100ml a 120ml de leite, não quer mais e adormece (com estas coisas todas já passa da 24h).
  • Acorda la para a 1:30 e chora. Deixo-o o chorar um bocado, mas o choro aumenta.
  • Levanto-me e vou ao quarto.
  • Ponho a chupeta, mudo-o de posição e volta a adormecer.
  • Volto para o meu quarto.
  • Por volta das 2h e qq coisa volta a choramingar.
  • Levanto-me e vou ao quarto e dou-lhe de mamar.
  • Volta a dormecer.
  • Volto para o meu quarto.
  • 4:20 volta a choramingar.
  • Já farta de andar para a frente e para trás, trago-o para a nossa cama, na esperança que a coisa melhore.
  • Chora porque o deito na cama.
  • Chego-o para mim e volta a dormir.
  • Passados 30min volta a choramingar.
  • Mudo-lhe a fralda e volto a mudar-lhe de posição e meto a chupeta.
  • Adormece e volta a chorar passados 40min.
  • Hoje acabei por lhe dar benuron porque já estava desesperada (evito ao maximo dar-lhe, só mesmo em casos extremos)... e lá acalmou por volta das 6h.
E foi assim a noite de hoje e tem sido quase sempre assim. Já não sei mais o que fazer! Nós precisamos de descansar, mas ele também precisa. Passa a noite toda a mexer, a chorar e portanto também não descansa quase nada. Durante o dia também dorme sonos pequeninos! E não posso passar a vida a dar-lhe sempre o benuron!!

Acho que vou ter de ir à bruxa, porque é impossivel ser assim todas as noites!!
     

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

12 anos de namoro

E no dia 30 fizemos 12 anos de namoro. 12 anos em que trocamos o primeiro beijo, 12 anos em que andamos de mãos dadas pela primeira vez, 12 anos em que começamos a nossa caminhada.

Obrigada por me teres escolhido para ser a tua companheira de vida, por me teres dado um filho lindo e pelos momentos felizes que me tens proporcionado.

Amo-te muito e cada vez mais!

Foi pena realmente não termos festejado conforme tinhamos planeado. É preciso ter azar!

Então não é que o V. depois de ter tomado banho, caiu na banheira. Tinhamos combinado irmos jantar fora... e fomos realmente mas comer qualquer coisa rapida, para depois irmos às urgências! Não vale mesmo a pena planearmos, porque às vezes a vida troca-nos as voltas!

Não faz mal amor, noutro dia qualquer vamos festejar como o deviamos ter festejado! Afinal fazemos 12 anos e + uns dias e isso também se deve celebrar.

Das festas

Em primeiro quero desejar a todos os nossos familiares, amigos e conhecidos um EXCELENTE 2012! Tenho a certeza absoluta que este irá ser um ano carregadinho de coisas boas, e apesar da tão famosa crise, nós que somos um povo lutador vamos encarar de frente os obstáculos e ultrapassá-los.

Quanto às festas, estava dificil vir cá... só mesmo o ano novo me deixou um bocadinho de tempo para por as conversas em dia!!

Do Natal
Fomos passar o natal aos meus sogros, mas a minha familia de sempre também foi (pais, irmã, cunhado, sobrinha e sogra), É que eu não penso nunca deixar a minha familia no Natal, principalmente porque há condições de passarmos sempre o natal juntos. A noite ficou logo estragada quando o meu sogro deu de beber vinho ao Rafinha. Fiquei logo passada!! O meu sogro gosta de beber vinho quente com mel e bebeu 1lt de vinho!!! Depois algúem colocou o Rafa no colo dele e ele lembrou-se de dar vinho ao Rafa e depois pôs-se a rir que nem um perdido. Eu disse logo que antes de colocarem algo na boca do Rafa que têm de perguntar à mãe se podem ou não dar. E não é que a minha cunhada vira-se para mim e ainda pergunta "Posso dar vinho ao Rafa?" e começou-se a rir. Fiquei cada vez mais irritada. Pois podem ter a certeza que a partir desse momento nunca mais pegaram no Rafa, que eu não dei oportunidade! Era o que me havia de faltar. O meu filho eu é que sei como quero que seja educado. Eu quero lá saber que já tenham uma certa idade, que vivem numa aldeia e não compreendem mais do que aquilo! Eu tenho mais é de proteger o meu filho. Com isto só ganham distancia... que eu não estou para isto. No dia não disse nada ao V. mas no dia seguinte disse-lhe que se voltasse a acontecer o que aconteceu o Rafa nunca mais ia ao colo do avô ou de quem quer que fosse das pessoas que não respeitassem a minha vontade. O que vale é que viemos embora logo a seguir ao almoço de natal e em minha casa fizemos o verdadeiro Natal.

O Rafinha recebeu imensa prendas, demasiadas até! Então de brinquedos... eu pedi à familia da parte do V. para não dar brinquedos, mas eles insistiram! O que ele mais gostou foi do cavalo que deram os tios. Adora lá estar em cima e que o empurremos! O pior são nossas costas, ficamos todo tortinhos! Faltam ainda as fotos de roupa que recebeu dos padrinhos e avós paternos, mas já tinha posto para lavar.




Do Ano Novo

Este ano passamos cá em casa. Eramos 9... os de sempre. O Rafinha aguentou até à 1h da manhã e sempre bem disposto (mas dormiu desde as 21h até às 22:30 por isso é que aguentou eheheh)! Depois dessa hora já estava a ficar impossivel de aturar eeheheh! Só queria comer alperce seco (ADOROU!!) Gostou também de rabanadas e de aletria, mas os alperces eram a sua perdição. Mesmo não saindo com os amigos, que agora a vida é outra, vesti-me a rigor para receber o ano novo de braços abertos, com boa disposição e sempre positiva. A crise não é só nossa e temos de nos adapatar à nova realidade e nada como encarar as coisas com optimismo!

No dia de ano novo fomos comer à casa da prima Paula. O Rafa adorou uns bonecos que ela lá tinha e fartou-se de lhes dar beijos ehehhe e a mim também, que também mereço!!