terça-feira, 24 de abril de 2012

Coisas supreendentes

A cada dia que passa o Rafa surpreende-nos com conquistas novas.

Ontem fui presenteada com a subida dele em 2 degraus lá em casa. Nem sei se havia de rir ou de chorar. Tenho mesmo de fechar as escadas - prioridade nº1.

Depois já faz mais coisas na coreografia do Chu chuá. Ao vestir-lhe o pijama e estava a cantar-lhe a música eis que chega a parte de "Cabeça para trás" e ele deitado, pôs a cabeça para trás, mas pensei que fosse para ver o pai. Ao levantá-lo e a continuar a cantar, volto a dizer, e ele pôs mesmo a cabecinha dele para trás. Ai que coisa mais fofa a fazer!! 

E ainda ao pegar nele ao colo, ele encosta a cabeça dele no meu ombro para dormir e dá-me umas palmadinhas nas costas, como eu lhe costumo fazer. Fiquei toda derretida!

És o meu orgulho filhote!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

15 meses de puro amor...

E já se passaram 15 meses... 15 meses de um puro, intenso,  incondicional amor. Como é possível que a cada dia que passa esse amor se torna maior, mais do que eu alguma vez poderia imaginar! És e serás sempre o amor da minha vida!

Aos 15 meses:
  • Atiras-te para o chão, como se tivesses caído, e começas a choramingar para chamar à atenção.
  • Quando ouves música ou te dizemos para dançar começas a cantar "la la la" e levantas os braços.
  • Dizes "ti" para dizer Matilde (prima) e "le le" para dizer Rafael
  • Adoras brincar às escondidas. Eu digo foge filho e tu vais-te esconder e eu vou atrás de ti. Esta brincadeira não acaba muito bem porque no fim não sei porquê queres sempre bater-me e levantas a mão e dizes "ta ta ta"!
  • Adoras comer e não nos podes ver a comer que queres também provar.
  • Sempre que estou a cozinhar queres vir provar a comida, seja ela qual for!
  • Continuas a não dormir a noite toda e a acordar de3h em 3h (arrrrreeee!)
  • Adoras animais e ficas maluco quando vês algum.
  • Já chamas pelos gatos, com direito a fazer com os dedos e tudo.
  • Finalmente dizes adeus com as mãos, mas só quando te apetece ( tu já o fazias mas a muito custo, deve ser porque não gostas de despedidas).
  • Queres calçar os nossos sapatos. Quando vês a porta do armário aberta, tiras logo todos os sapatos para o chão e tentas calçá-los.
  • Quando vês um computador dizes "Pa" (panda) para pôr a música do Chu chuá e levantas o braço para fazer a coreografia ou então fazes a pitinha põe o ovo para ouvires o Pintinho amarelinho (passei estes dias todos a ouvir isto)
AMO-TE MUITO E CADA VEZ MAIS!

PS: Já estás melhor e pregaste-nos um grande susto. Sempre com febres muito acima dos 39º durante 4 dias, e muitas vezes chegaste aos 40º... e já não havia nada que te pudéssemos fazer para baixar a temperatura. E sempre em contacto com pediatra, que nos foi sempre acalmando, dizendo que com os sintomas que tinhas era de certeza um quadro virico! E conforme veio, conforme passou!

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Doentinho... again :(#7

E pronto... chega o mau tempo, chegam as viroses! O Rafa está novamente doente. Na 4ª feira ligam-me do infantário que o Rafa estava com febre e tinha vomitado a papa e fui logo buscá-lo. Ele, como sempre, nem parecia que estava doente, a brincar com a bola.

Ontem ficou comigo em casa, mas a febre foi aumentando, na ordem dos 39º. Mesmo tomando o ben-u-ron a febre não cedeu. Dei-lhe então o ib-u-ron e só ai baixou para 38,2º. Ligou para o pediatra porque com a toma do ben-u-ron a febre não cedia, ele diz que deve ser virose porque ele não tinha  pintas no corpo, não tinha diarreia, não estava irritado, nada, por isso só podia ser virose e aguardarmos. 

Durante a noite fez febre de 40º (What!?!?). Há 1 da manhã ele estava a dormir com body, e acordei com ele a tremer com calafrios... a febre estava a subir novamente. Toca a despi-lo todo e pô-lo a dormir só com a fralda. Só assim ele consegui arrefecer um pouco. Foi uma noite de sobressalta. Por um lado ver se ele estava com frio pela febre ter baixado, por outro se o vestisse a febre aumentava. Que noite!

Hoje a febre parece estar a ceder mais, no máximo teve 38,8º e ainda bem. Tenho lhe dado de comer aos pouquinhos e de 2h em 2h, para não correr o risco de ele vomitar e só lhe dar a quantidade que ele quiser, sem insistir.

E tal como prometido, sempre que escrever algo de não muito positivo compensar com algo de positivo. O Rafa continua bem disposto, apesar de doente, quer brincar e qualquer criança com 39º de febre fica chato ele não, andava todo contente com a bola, ria e correspondia às brincadeiras. Agora já faz um pouco da coreografia do "chu chuá" do Panda. Só quer ver isso no computador. Mal vê o computador diz logo "Pa" para lhe por o Panda.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Rastreio do cancro do colo do útero

Ainda não tinha tinha dito nada, mas há cerca de 1 mês o meu médico de família pediu que eu fosse ao centro de saúde para fazer o rastreio do cancro do colo do útero. Pelos vistos é aconselhável fazê-lo depois dos 30 anos. Então marquei para ir fazê-lo. Pelo o que ele me disse nem todos os centros de saúde o fazem. Vocês sabiam disso? A colheita vai depois para análise no IPO do Porto e passados umas 3 semanas a 1 mês vem o resultado. Este exame tem mais vantagens do que o papanicolau e deve-se repetir de 5 em 5 anos. Agora só não entendi muito bem se tenho de fazer papanicolau todos os anos ou não. Mas irei saber!

No dia da colheita foi um pouco estranho. O meu médico tinha uma médica estagiária e foi ela que me fez o exame, mas como estamos em contenção de custos, deitei-me na marquesa, toda exposta, e não colocaram nenhum pano sobre mim... estava lá eu com as pernas abertas, espreita um, espreita outro... enfim! 

Agora falta aguardar pelos resultados.

Hoje na "Querida Júlia" estavam a falar de um kit que faz este teste e somos nós que fazemos o teste. Custa cerca de 89€ ( eu não paguei nada porque fui convocada pelo meu médico de familia). Mas depois ainda há que pagar a análise da colheita. Então não seria melhor marcar com uma GO e fazer num consultório? Não será mais credível e a colheita melhor feita? 

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Os Maridos Das Outras

Esta música é mesmo dedicada a mim e ao V.


O V. sempre foi um bom marido, carinhoso, compreensivo e muiiiiiiiito paciente! É uma pessoa muito reservada, pouco faladora, ao contrário de mim, e por isso nos completamos. Mas há coisas que realmente não estão bem e está a ser muito difícil alterar certos hábitos. O V. foi educado que as mulheres fazem tudo em casa e os homens sentam-se no sofá à espera das coisas. Em casa dele ninguém fala à mesa... imaginem 8 pessoas à mesa, já não nos vermos há algum tempo e ninguém pergunta nada, nem ninguém fala. Para mim foi muito complicada esta mudança, porque para mim a hora da refeição foi sempre para falar sobre o nosso dia, como anda a nossa vida, etc. Agora tenho o Rafa e vou brincando com ele, mas ninguém abre a boca! É impressionante o silêncio... mas pronto são pessoas com uma certa idade e mentalidade diferente da minha. 

Agora o V. não faz nada por iniciativa própria. Ora se ambos trabalhamos, ambos estamos cansados e portanto é necessário ajudarmos um ao outro. Claro que já conseguimos alterar algumas coisas, combinamos se eu cozinho ele arruma a cozinha, ou colocar a loiça do pequeno-almoço na máquina, colocar a roupa no cesto da roupa e ajudar-me a apanhar ou estender a roupa. Mas ele só o faz se eu lhe disser. Nunca toma a iniciativa e pode ver as coisas por fazer que para ele é igual. 
Mas antes eramos só 2... agora somos 3, em que este terceiro dá muito trabalho. E tem sido mesmo complicado... quero que ele me ajude sem eu ter que lhe dizer para fazer as coisas. Queria que fosse mais activo em casa mas não. 

Ainda ontem me passei dos carretos. Eu sei que estive o dia todo em casa, mas estive a trabalhar, que para não trabalhar durante o fim de semana tenho de aproveitar todos os momentos. Chegou às 19horas, eu ia tratar das fraldas do Rafa mas estava à espera que chegassem as fraldas do dia para fazer uma máquina, mas claro que tinha de brincar um bocadinho com o Rafa, como costumo fazer. Passados 10min o Rafa estava molhado de xixi e pedi-lhe que fosse mudá-lo e aproveitar para vestir-lhe o pijama. O Rafa estava cheio de sono que tinha dormido pouquinho e por isso ficava ja prontinho. E o V. continuou no sofá com o comando na mão. Passei-me... completamente! Disse-lhe que o filho era nosso e não era só meu. Sai e fui tratar das fraldas. Demorei + uns 10min e quando vim para cima estava o Rafa na mesma. Deu-me logo a neura, peguei no Rafa e fui-lhe dar banho e vim para baixo eram 19:40. Ora estava mais do que na hora de fazer o jantar e o V. deu a sopa ao Rafa.

Por isso para mim, que vou vendo outros exemplos de maridos que ajudam as mulheres sem estas lhes pedirem, são "perfeitos". E desculpem o testamento mas tinha de desabafar!


quinta-feira, 12 de abril de 2012

Queques rápidos de iogurte

Hoje apetecia-me algo, apetecia-me fazer uma coisa doce diferente. 

Fiz uns queques de iogurte ma-ra-vi-lho-sos! Tirei a receita daqui, um site que eu adoro e as receitas são sempre um sucesso e esta é mais uma. Substitui apenas a essência de baunilha por canela (eu adoro canela) e ficaram fofinhos e muito deliciosos. Esta receita deu para 9 queques. 

Claro que tive de comer logo um... só o cheirinho que ficou cá em casa a canela!

"Le le"

É assim que o Rafa se chama a ele próprio.

Ontem, em casa da avó, apontou para a foto dele e disse "le le". Já não é a primeira vez que o diz, ontem confirmei e portanto o Rafa agora é o "le le". É para ensinar o pai a dizer os "L's" no final das palavras, que mais parece um brasileiro, sotaque da zona onde viveu - Monção.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Novidades quentes e boas (de volta)...


Está complicado vir aqui! Primeiro foram as reuniões e afins que não me deram sossego. Depois comprar as prendas para afilhados e madrinhas. Na semana passada o V. esteve de férias, por isso aproveitamos os momentos a dois para namorar (que também é preciso) já que desde que o Rafa nasceu nunca mais estivemos só os dois. Fiquei com o peso na consciência por o ter deixado no infantário, mas é tão importante também trabalharmos na nossa relação como tratarmos do Rafinha, por isso teve de ser! A nossa rotina foi levar o Rafa ao infantário mais tarde e buscá-lo mais cedo e acho que ele gostou de nos ver a chegar para ir buscá-lo. 

Agora as novidades:
No dia 25 de Março fomos ao batizado da Ritinha. O Rafa portou-se super bem! Este rapaz só queria comer tudo o que nos comiamos. Uma senhora que ficou connosco na mesa ficou espantada como ele aguentava tanto tempo na mesa sem querer sair ou fazer birras e que comia muito bem (tem dias e naquele tinha fome ehehe!). Eu disse-lhe que ele está habituado a estar connosco à mesa e quase sempre fica até ao fim. Claro que naquela situação sempre que acabava a refeição colocava-o no chão para brincar com balões mas entretem-se bem principalmente se lhe der pão. O melhor foi quando ele virou um copo de água por cima dele... o que vale é que levei 3 mudas de roupa já a contar com o inesperado!


No fim de semana dos ramos fomos a Vila Flor ao azeite e ao vinho do Porto. Foi um passeio em família e o tempo esteve optimo! O Rafa como sempre portou-se bem, mas não queria dormir nem por nada. Foi mesmo complicado ele dormir um bocadinho. À vinda embora é que já estava chatinho, mas era mais do que compreensivel! Devia de estar cansado de estar na cadeirinha e apesar de termos parado algumas vezes durante um grande período de tempo ele estava mesmo KO (até nós)! Ao lanche paramos num parque em Mirandela e aí ele pode correr tudo com o seu brinquedo favorito... a bola!


A cada dia que passa vai dizendo ou fazendo algo que nos surpreende.

  • Diz olá quando se vê ao espelho, se vê em fotos  ou quando vê um boneco. Por exemplo fomos buscar a tela com a foto do batizado e colocamos na parede. Ele sempre que entra no quarto aponta para lá e ri-se, e quando chega perto diz Olá.
  • Diz "la la la" para cantar e levanta os braços como se fosse dançar o vira eheheh! E depois faço estalar os meus dedos e ele faz a mesma coisa... agora é um "macaquinho de imitação".
  • Não tem medo nenhum dos animais, a minha sogra tem um cavalo e ele foi lá com o pai e só queria puxar-lhe as orelhas!
E por agora é tudo!