quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Contracções e ida às urgências 35 sem + 6 dias (as peripécias)

Na 3ª fui com a minha mãe ao Porto fazer umas compras no saldos. Claro que andei bastante e fiquei um pouco cansada no final do dia, com uma dor na zona lombar. À noite fomos para o curso de preparação para o parto e em alguns dos exercicios pedi ao pai que me fizesse uma massagem.

Quando chegamos estivemos um bocadinho na sala a ver um filme e claro que eu que ando sempre cheia de sono (mas só à noite) adormeci no sofá. Depois o V. acordou-me e fomo-nos deitar... nada previa o que iria acontecer em seguida.

Geralmente levanto-me 2 vezes por noite, depende até que horas bebo o chá (2 L/dia). Deitei-me talvez por volta da meia-noite e à 1:30 estava a levantar-me para ir à casa de banho porque sentia um desconforto. Voltei a deitar-me e às 2:20 voltei a levantar-me e novamente o desconforto. Como nas aulas de preparação para o parto tinhamos conversado sobre as contracções para o parto, estava a achar esquisito a sensação que estava a sentir: uma dor no fundo da barriga como se fosse dor menstrual mas uma coisa levezinha e as dores na zona lombar. Voltei a deitar-me e novamente às 4:15 levantei-me. O V. perguntou-me o que tinha e eu para não o preocupar, principalmente porque ele não tinha dormido nada nas noites anteriores por estar doente, disse-lhe que me doiam as costas, que não conseguia dormir e ia tomar leitinho quente para ver se relaxava. Desci e fui preparar o leite.

Entretanto liguei a TV e começei a sentir as dores um bocadinho mais forte e como já sabia os sinais de alerta começei a cronometrar de quanto em quanto tempo tinha estas contracções. Eu já tinha sentido muitas vezes contracções mas nunca com dores. Doia-me no final da barriga e também bastante na zona lombar. As contracções eram bastante irregulares, umas vezes de 20 em 20 minutos, noutras vezes 30 min, outras 10, etc. e tinham duração de cerca de 10 segundos. Como no dia seguinte ia ter com a médica ao HSJ deixei-me estar, fui praticando os exercicios de relaxamento e respiração que tinha aprendido no curso.

Por esta altura ainda não tinha a mala do hospital pronta... ainda a roupa do Rafael (toda!!!) estava na lavandaria e só a ia buscar na 6ª. Como as contracções não passavam mas eram bastante irregulares e não com muita intensidade, às 7 da manhã fui fazer a mala com as minhas coisinhas. Entretanto o V. acordou e perguntou-me se tinha adormecido no sofá. Eu disse que não e que estava com contracções mas não as que sentia normalmente... estas traziam as dores com elas. Ele perguntou se queria ir ao Hospital e eu disse que não, que elas já estavam mais espaçadas e com menos intensidade e que como ia ter com a médica às 10h espera por essa altura. Mais tarde liguei para a lavandaria e pedi que me passassem a roupa toda nesse dia (4ªF) porque estava já com contracções e o Rafael parecia querer nascer antes do tempo e sem ter roupinha !! (Que stress!!)

Vou então depois ter com a médica e ela pergunta se estou bem e eu digo-lhe que passei a noite cheia de contracções. Ela levou-me logo para o CTG durante 30 minutos e realmente estava com contracções bastante irregulares mas que estavam a ficar espaçadas. Tratou logo de falar com um médico muito experiente do HSJ para fazermos a manobra da Versão Cefálica Externa para o dia seguinte. Mandou-me para casa e caso as contracções aumentassem de intensidade vir logo para as urgências. Parecia mesmo que o menino Rafael queria sair mais cedo (36 semanas) e eu com montes de coisas por fazer e bastante preocupada porque não tinha a roupa dele. Como já estava no HSJ, resolvi passar pela Lusocord para entregar os papéis ( que só são entregues a apartir das 36 semanas) e buscar o KIT.

Há dias que realmente mais vale não sair de casa... aconteceu-me tudo. Vou então à Lusocord e faltam-me as análises do 3º trimestre que tinham ficado no carro. Então combinei com o funcionário ir buscar o carro e trazê-lo para perto porque ainda estava estacionado longe. Bem se havia altura de chover foi mesmo essa... molhei-me toda. Chego ao carro para pagar o estacionamento e vejo que não tenho moedas (no dia anterior tinha trocado de carteira). Pergunto ao segurança onde há uma máquina de levantar dinheiro e dirigo-me para lá. Chego lá a máquina não tinha dinheiro... que sorte a minha!!! Mas pior é que não tinha também o cartaõ... conclusão nem cartão nem dinheiro!!! Ligo para o meu pai para ir ter comigo para pagar o parque, Demoru cerca de 20 min por esta altura eram 12:40. Pago o parque e dirigo-me para a Lusocord. Pedi ao segurança para me deixar passar para levantar o kit. As contracções tinham abrandado mas o stress tinha aumentado e muito!!!

Chego lá e não é que está fechado para a festa de Natal!! Havia de ser era festa de Reis!!! Está sempre aberto todos os dias, mas ontem resolveram fechar. Estive à espera desde as 13:10 até às 14:00. Fui levantar o kit e vim para casa. Fui à escola deixar o atestado para não ir trabalhar mais e vim para casa às 15:00!! Deitei-me no sofá e começei a sentir cada vez menos as contracções até que pararam mesmo e já não senti mais nenhuma. Ontem foi mesmo um dia muiiiiiito complicado!!

1 comentários:

Tany disse...

Ui... que aventura :)

Enviar um comentário