segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Da consulta do otorrino

E lá fomos nós à consulta do otorrino. O Rafa continua com liquido nos ouvidos e se continuar a fazer otites tem de ser operado às adenóides!

Tratamento? Não ir mais para o infantário até ter 3 anos! What!?!? E eu não tenho de trabalhar? Ele falou-me com uma calma e naturalidade como se isso fosse possível. Pergunta ele se a avó não pode ficar com ele, a avó só tem 59 anos, e portanto ainda lhe faltam alguns anos para ir para a reforma, apesar de já ter mais de 45 anos de desconto!! Acho que fiquei meio atónita. Por um lado quero o melhor para o meu filho, por outro o que ele propôs não é viável. Senti-me com a consciência pesada, senti-me muito pequenina, senti-me culpada. Culpada por algo do género acontecer e eu não puder estar em casa a acompanhar o meu filho. Mas porquê é que uma mãe não pode acompanhar o seu filho até entrar na pré? Porque o estado não apoia, porque os patrões não apoiam... enfim!

Sugestão: pelo menos não ir até final Fevereiro. Aí a situação melhora. Como a minha irmã está desempregada poderá ficar com o Rafa nas horas em que tenho de ir trabalhar. Agora falta falar no infantário, porque ele não ir 2 ou 3 meses e estarmos a pagar não é justo. A ver vamos o que diz a dona.

Entretanto o Rafa anda novamente dormir mal de noite, muito chorão e a coçar o ouvido. Será outra otite? Até me corta o coração... não queria que ele fosse operado assim tão pequeno!

5 comentários:

Susana disse...

O teu Rafa tão pequenito não merecia nada estar assim... Posso imaginar a tua angustia e também acho que o estado devia mesmo apoiar mais as mães e os pais de filhos ainda sem idade de entrarem para a pré. Os bebés vão para os infantários mas muitas das vezes é mais o tempo que estão doentes do propriamente bem. E mal se curam de uma vem logo outra doença... O médico tem razão no que diz mas a realidade dos pais é bem diferente, temos compromissos com patrões e são eles que nos dão o dinheiro que ao fim do mês nos paga as despesas e põe comida na mesa. Há quem opte tirar licença sem vencimento para estar com os filhos até terem idade para irem para a escola mas é um rombo no orçamento. Eu estou em casa por ter ficado logo sem emprego quando o gaspar nasceu e tenho-me ficado assim até hoje porque o trabalho que conseguiria não me compensaria as despesas de infantário e deslocações. Mas também estou folgada porque não temos casa para pagar, o que reduz muito as despesas e o que faz o ordenado do meu marido esticar mais um pouco. Experimenta a ele ficar com a tua irmã, sempre é melhor assim. Uma coisa acredita, o infantário vai exigir que pagues para garantir o lugar dele, de tudo o que é casos assim todos eles exigiram o pagamento para garantir. Eu se quisesse colocar o gaspar no infantário teria que ter começado a pagar mensalidade um mês antes de ele nascer e mais os seguintes enquanto estava comigo em casa, ora não é nada justo pagar sem usufruir. Espero que não seja preciso operar, mas se tiver que ser que seja para ficar bem de vez !
beijinhos e um abraço

Mara Quinta disse...

:(
Ao ler-te tenho noção da sorte que tenho... por estar com eles em casa e só os pôr no infantário aos 3 anos... Mas se tivesse um trabalho que não mo permitisse, não tinham outro remédio... Não são muitas as crianças que podem ficar com as avós ou com as mães até aos 3 anos... Não te sintas culpada por isso...
Beijinhos

patrícia silva disse...

Posso dizer-te que o meu sobrinho também fazia imensas otites com a idade do rafa e o pediatra também falou em operar.mas, foi fazendo tratamentos assim como o rafa e depois acabou por não ser necessário não ser operado!também não deixou de ir para o infantário..mas felizmente passaram.pode ser que o teu menino também não tenha que ser.se calhar também podias ver outras opiniões..não sei...mas percebo a tua angústia em ele ser tão pequenino e ser operado.força

bjs

Carolina disse...

As melhoras do Rafa!!!! Vais ver que vais encontrar uma solução :)
Beijinhos

CC Mãe de Duas princesas disse...

:(

Nem sei o que te dizer... Apenas que percebo a tua angústia e que não és culpada de nada.

Desejo que corra tudo pelo melhor e que as otites desapareçam de vez e que o Rafa não precise de ser operado.

Bjs

Enviar um comentário